Magazine RádiuNotisiasPortuguês

Core Group Transparancy E Rhto Consideram Oge Não Inclusivo Para Pessoas Com Deficiência

Dili – Core group transparancy e raes hadomi timoroan consideram o OGE aprovado anualmente pelo parlamento nacional não é inclusivo para as pessoas com deficiência.

Os responsáveis da core group transparancy e raes hadomi timoroan reuniram-se esta terça-feira com a ministra da solidariedade social e inclusão, Armanda Berta para apresentar as preocupações sobre o OGE.

O coordenador core group transparancy, sabino fitun, considera que o orçamento aprovado pelo órgão legislativo não é inclusivo para as pessoas com deficiencia.

A vice ministra da solidariedade social e inclusão, Signi Verdial, destaca a necessidade de o governo assegurar a implementação do programa dos portadores de deficiencia.

Adiantou ainda que o executivo vai estabelecer em breve o conselho nacional para pessoas portadoras de deficiencia.

Entretanto, o diretor da organização de RHTO, pediu recentemente ao chefe de estado que coopere com o governo, a fim de criar as infraestruturas acessíveis aos portadores de dificiências.

A ong core grup transparancy Timor –Leste pediu também ao presidente da república que comunique com o parlamento nacional, a fim de ratificar a convenção internacional sobre direito de portadores de dificiência.

O coordenador nacional de core group transparancy – CGT-TL justificou que a ratificação da convencão sobre direito de portadores de dificiência, visa evitar todas as formas de descriminações.

A medida, segundo sabino fitun, visa promover a sociedade igualitária e dignificar as pessoas com dificiências.

A convenção sobre os direitos das pessoas com deficiencia adotada pela onu em 13 de dezembro de 2006.

E ntretanto, existem atualmente em Timor-Leste, cerca de 40 mil pessoas com deficiência.

(Redação)

Show More

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Back to top button